Contacte-nos
Contacte-nos para novas contratações
o
Nós ligamos!
O número de telefone é obrigatório Deve inserir um número de telefone correto
Consinto com o tratamento dos meus dados para ser informado por telefone e/ou e-mail da oferta de serviços Eletricidade e Gás da Repsol de acordo com a Política de Privacidade da Repsol
Para continuar, deve aceitar a política de proteção de dados
gasóleo de aquecimento

Gasóleo de aquecimento – o que é e quais as vantagens

Com a chegada do inverno e o aumento dos preços da energia nos mercados internacionais, começam os cálculos para perceber qual a solução mais eficaz e económica para aquecer o seu lar. Neste artigo, explicamos as vantagens do gasóleo de aquecimento.

O que é o gasóleo de aquecimento?

O gasóleo de aquecimento é um gasóleo de cor vermelha, adequado para os setores doméstico e industrial. É utilizado em equipamentos de aquecimento, de queima, como, por exemplo, as caldeiras, tanto domésticas como industriais.

Esta energia não pode ser utilizada em motores de combustão interna, e tem a sua própria legislação, refletida no Decreto-Lei n.º 223/2002, de 30 de outubro, e a sua utilização requer um depósito para o seu correto armazenamento.

Quais a vantagens do gasóleo de aquecimento?

São várias as vantagens do gasóleo de aquecimento. Este combustível apresenta um maior poder calorífico e uma maior densidade em comparação outros combustíveis. O poder calorífico inferior (PCI) é da ordem das 10.200 quilocalorias por quilograma e a sua densidade máxima é de 900 kg/m3.

  • Maior rendimento. Uma vez que contém mais parafinas do que outros gasóleos, o seu valor calorífico é superior.
  • Uma energia segura. Não é inflamável à temperatura ambiente, o seu ponto inflamação é acima de 60 ºC.
  • Instalação e manutenção económicas. A instalação é mais económica que outras soluções de aquecimento, uma vez que não requer o mecanismo de segurança de outros equipamentos. O gasóleo é armazenado num depósito, ligado ao queimador através de tubagem, pelo que não depende da rede de distribuição. O uso contínuo desta energia preserva as instalações por mais tempo.
  • Menos poluente que outros gasóleos. Uma vez que tem uma densidade mais elevada, reduz o consumo e, por conseguinte, as emissões.

O gasóleo de aquecimento é todo igual?

Não, da mesma forma que os combustíveis que utilizamos para a mobilidade não são todos iguais, o mesmo acontece com o gasóleo de aquecimento. O Repsol Energy e+, da Repsol, é um produto exclusivo com múltiplas vantagens para o aquecimento da sua casa, distinguindo-se dos demais:

  1. Qualidade regulada para a sua caldeira. A sua qualidade é regulada por especificações oficiais, não sujeitas à origem do produto, com uma formulação exclusiva Repsol.
  2. Liberdade e economia de instalação. Melhora o rendimento da instalação e mantém as prestações iniciais da caldeira, alcançando rendimentos próximos de 100%.
  3. Protege o meio ambiente. Uma vez que tem um reduzido teor de enxofre, emite menos emissões.
gasóleo de aquecimento

Onde posso adquirir o Repsol Energy e+?

Poderá adquiri o Repsol Energy e+ através do 213 119 374 ou por intermédio de um Distribuidor Repsol. Pode, ainda, deixar o seu contacto através deste formulário.

Como posso prever o consumo e eficiência desta solução de aquecimento?

Para conseguir aferir o consumo médio de gasóleo de aquecimento e, desta forma, os gastos, deverá considerar vários fatores, tais como:

  • Tipo de caldeira. O consumo é influenciado pelos atributos da caldeira. Deverá verificar, previamente, a potência e consumo desta.
  • O isolamento da casa. A eficiência energética desempenha um papel importante na hora de poupar.
  • Radiador. O estado do radiador influencia, diretamente, o consumo energético.
  • A existência de um regulador. A aplicação de um regulador otimiza o funcionamento do queimador, adaptando-o às necessidades de aquecimento.

Recomendações para manutenção da instalação

Para obter o melhor rendimento da sua caldeira e do gasóleo de aquecimento, deverá ter em consideração:

  1. Revisão. Numa base anual, analise o estado da câmara de combustão e do filtro de gasóleo.
  2. Verifique os medidores e queimadores. Verifique tanto o medidor como os queimadores, já que durante o seu uso os queimadores podem acumular sujidade e provocar uma má combustão, diminuindo o rendimento e aumentando a emissão de gases.
  3. Limpeza do coletor. Limpe a cada ano o coletor de fumos e da chaminé. Desta forma, evitar-se-ão acumulações desnecessárias de resíduos que podem provocar uma diminuição e uma deterioração progressiva da instalação.
  4. Controle das emissões. Controle, com caráter anual, as perdas de calor, medindo as emissões de gases para a atmosfera.

Perguntas frequentes

No mercado português, existe, atualmente, uma grande oferta de combustíveis, desde rodoviário, agrícola ou de aquecimento, sendo que cada um deles tem as suas próprias caraterísticas e propriedades.

Esta alteração dependerá do equipamento, pelo que deverá contactar o fornecedor do mesmo. Nos equipamentos mais recentes, esta adaptação é mais fácil

Não. Apenas poderá o gasóleo de aquecimento, como o próprio nome indica, em aquecimento. A utilização deste combustível com outros fins é punível nos termos da lei.