210 540 000 (custo chamada local)
Contacte-nos
Nós ligamos!
O número de telefone é obrigatório Deve inserir um número de telefone correto
Consinto com o tratamento dos meus dados para ser informado por telefone e/ou e-mail da oferta de serviços Eletricidade e Gás da Repsol de acordo com a Política de Privacidade da Repsol
Para continuar, deve aceitar a política de proteção de dados
o
Contacte-nos
210 540 000 custo chamada local
eficiência energética

Eficiência energética

Nos últimos anos, a Comunidade Internacional tem procurado dar resposta à necessidade urgente de diminuir o aumento da temperatura média global a níveis bem abaixo dos 2ºC acima dos níveis pré-industriais e prosseguir esforços para limitar o aumento da temperatura a 1,5ºC.

No Acordo de Paris - tratado no âmbito da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima (CQNUMC) -, a Comissão Europeia assumiu a eficiência energética como uma prioridade, deixando patente o seu compromisso com o meio ambiente e com o objetivo de a Europa ser o primeiro Continente a atingir as zero emissões líquidas até 2050.

Para atingir tal objetivo, a eficiência energética terá de assumir um papel preponderante em todas as medidas. 

O que é a eficiência energética?

Este conceito surge com a premissa de um uso sustentável dos recursos energéticos, incide sobre o consumo consciente e racional da energia. Por outras palavras, refere-se à concretização de um mesmo objetivo, mas com um menor uso de energia, o que permite poupar recursos.

Qual a importância da eficiência energética? 


A eficiência energética procura um equilíbrio entre o consumo energético e a utilização dos serviços básicos necessários ao nosso quotidiano. Com a evolução da tecnologia e a consciencialização da necessidade de aumentar a eficiência por todos os stakeholders (Governos, Reguladores, Produtores de Energia, Comercializadores de Energia e Consumidores), têm vindo a ser adotadas medidas que nos permitem poupar energia e, consequentemente, recursos.

Num período de instabilidade energética, a eficiência energética assume-se também como um garante de poupança, uma vez que torna possível uma maior otimização dos recursos e, por conseguinte, uma maior poupança mensal nas faturas de energia.

Em toda a europa, os edifícios representam cerca de 40% do consumo de energia, pelo que os diferentes países têm dado enfoque a este dado e procurado atuar ao nível da envolvente térmica dos edifícios e da adoção de sistemas de aquecimento e/ou arrefecimento eficientes.

Repsol21068_20200716_ProyectoDelta_Romerales_Aeros_AT (3).jpg-hpr.jpg

Quais as vantagens da eficiência energética?

Como já percebemos, são várias as vantagens da eficiência energética, porém, de uma forma fácil, podemos resumir em três grandes vantagens:

Diminuição de fontes de energia não renováveis.

Redução da utilização dos recursos, que leva à diminuição dos gases com efeitos de estufa na atmosfera.

Poupança nas suas faturas de energia.

Como podemos medir a eficiência energética?

Existem normas e protocolos para mensurar as ações de eficiência energética e a otimização da utilização de energia nos processos de produção. As duas normais mais utilizadas são a norma ISO 50001 e a norma IPMVP (International Performance Measurement and Verification).

A nível doméstico, torna-se mais fácil analisar a eficiência energética tendo por base dois critérios:

  • Redução do consumo: utilizando dois períodos de tempo distintos, poderá, a título de exemplo, diminuir a temperatura máxima do ar-condicionado ou substituir todas as suas lâmpadas por LED.
  • Utilização de energias renováveis: a origem da energia que consome tem um grande impacto. Por exemplo, a eletricidade que a Repsol comercializa no mercado doméstico é 100% renovável.
Como melhorar a eficiência energética da minha casa?

É importante que tenha em consideração que não são necessários grandes investimentos, nem perda da qualidade de vida, para melhorar a eficiência energética da sua casa. Existem pequenas ações que lhe permitirão grandes poupanças energéticas e que ajudarão a tornar a sua casa mais eficiente em termos energéticos.
  1. Aproveite a luz natural. Durante os períodos de maior luminosidade, deverá potenciar ao máximo a luz que entra diretamente na sua habitação.
  2. Troque as lâmpadas. Uma lâmpada de 6W durante uma hora consome 0,006 kWh (6 Wh). Pois bem, uma lâmpada LED de 6W ilumina igual e apenas consome 114 vatio-hora.
  3. Evite o consumo silencioso. Um gesto tão fácil como desligar os dispositivos elétricos que não está a utilizar ou desconectar completamente os que têm acesa uma pequena luz pode proporcionar até 10% de desconto na sua fatura mensal.
  4. Troque os seus eletrodomésticos. Os equipamentos elétricos mais avançados têm um consumo de energia mais eficiente, o que leva a uma maior poupança para si e menos impacto para o meio ambiente.