Contacte-nos
Contacte-nos para novas contratações
o
Nós ligamos!
O número de telefone é obrigatório Deve inserir um número de telefone correto
Consinto com o tratamento dos meus dados para ser informado por telefone e/ou e-mail da oferta de serviços Eletricidade e Gás da Repsol de acordo com a Política de Privacidade da Repsol
Para continuar, deve aceitar a política de proteção de dados
carregamento elétrico condomínio

Carregar viatura elétrica em condomínios: o que deve saber

A mobilidade elétrica começa a ganhar expressão em Portugal, com cada vez mais portugueses a comprarem carros elétricos. São vários os fatores, desde logo os incentivos do Governo à compra deste tipo de viatura e o incremento da rede pública de pontos de carregamento. Em complemento a esta última, começam, também, a aumentar as soluções de carregamento em casa. Neste artigo, explicamos como funcionam as soluções de carregamento doméstico, bem como o que deverá ter em consideração. 

Posso carregar o meu carro elétrico em qualquer habitação? 

 

Cada habitação tem as suas próprias caraterísticas, pelo que é necessária uma análise de caso a caso. Se não existem dúvidas de que é possível carregar um carro elétrico numa moradia com garagem ou num apartamento com garagem individual – as designadas boxes – o mesmo não acontece no caso de garagens coletivas, com lugares de estacionamento reservado. 

Nos condomínios mais recentes, é obrigatória a existência de uma tomada ligada ao quadro elétrico do apartamento do condomínio. Todavia, esta solução não existe, por exemplo, em edifícios mais antigos, pelo que, nestes casos, e sempre que existam condições técnicas para tal, é possível instalar um cabo que faça a ligação do lugar de estacionamento ao apartamento do condomínio. 

Terá ainda uma outra alternativa, que é utilizar a energia elétrica do condomínio. Porém, neste caso o condómino assume os custos inerentes à energia. Para saber os custos energéticos, deverá ser instalado um contador de eletricidade associado à tomada de carregamento. 

É possível carregar o carro diretamente de uma tomada convencional?

 

Sim, é possível. No entanto, não é aconselhável, uma vez que as tomadas convencionais não estão preparadas para suportar longas sessões de carga com correntes elevadas. A utilização sistemática deste tipo de carregamento poderá causar problemas não apenas na bateria da viatura elétrica, como também no sistema elétrico.

Em média, as tomadas convencionais carregam 10 Amperes, quer isto dizer que demoram entre 6 e 8 horas a carregar o equivalente a 100 quilómetros de autonomia. Por seu turno, uma solução de carregamento doméstica demora entre 40 minutos e 4 horas a carregar os mesmos 100 quilómetros de autonomia, para além de ser mais cómodo e seguro.

Como é que instalo um posto de carregamento na minha instalação elétrica?

 

A potência disponível no local deve ser superior ao do carregamento, de maneira a não interferir com o consumo doméstico. Porém, esta potência nem sempre está disponível, pelo que, por vezes, são necessárias alterações ao sistema elétrico.

Para instalar um posto de carregamento na sua instalação elétrica, deverá proceder a uma análise do local, junto de um especialista, para ver a viabilidade técnica, sendo que poderá ser necessário: 

  • Instalação dos equipamentos de proteção no quadro elétrico e passagem de cabo de alimentação entre o quadro elétrico e o carregador.
  • Alterar a instalação elétrica ou aumentar a potência, para usufruir da potência do carregador e manter ao mesmo tempo as necessidades elétricas da habitação.
Carregar viatrua elétrica condomínio wallbox.png

O que são Wallbox? 

São equipamentos que permitem fazer o carregamento do carro elétrico na habitação. Estes carregadores não são todos iguais, podendo ter diferentes potências e ser comercializados com ou sem cabo. São vários os modelos disponíveis no mercado, com uma potência de 3,7 kW até 22 kW.

O carregamento em casa, através deste tipo de carregadores, tem as vantagens de efetuar um carregamento lento, que preserva a durabilidade da bateria, e poupar na fatura de energia, aproveitando o período favorável da tarifa (no caso de tarifa bi-horária).

Posso utilizar qualquer carregador na minha viatura elétrica?

 

Antes de adquirir um destes equipamentos, deverá analisar a instalação elétrica da sua casa ou do seu condomínio, bem como os diferentes tipos de conectores necessários. Algo que também deverá ter em consideração é que a potência máxima do carregador está limitada pela potência do carregador interno do carro, também designada de OBC (on-board charger).

Em suma, para poder carregar o seu veículo em casa, deverá:

  • Ter instalado um ponto de carregamento, preferencialmente adaptado ao modo de carregamento do seu carro.
  • Ter um cabo de carregamento compatível com o modo de carregamento do veículo, tanto com o tipo de conector, como com o tipo de carregador. 
  • Ligar uma extremidade do cabo de carregamento ao carro.

Depois de iniciado o carregamento, o cabo fica bloqueado e não pode ser desconectado até sem interrompido o carregamento.

Perguntas frequentes

Quando o carregamento é feito em casa, uma vez que é feito mais lentamente, é mais económico. Para além disso, como já referido, é possível usufruir da hora em que a tarifa é mais barata, naqueles contratos em que a tarifa é bi-horária. Nesta modalidade de carregamento, não necessita de celebrar um contrato com um dos Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME).

Para efetuar um carregamento fora de casa, é necessário celebrar um contrato com um dos Comercializadores de Eletricidade para a Mobilidade Elétrica (CEME), como a Repsol, para poder utilizar todos os pontos de carregamento da rede pública.