Contacte-nos
Contacte-nos para novas contratações
o
Nós ligamos!
O número de telefone é obrigatório Deve inserir um número de telefone correto
Consinto com o tratamento dos meus dados para ser informado por telefone e/ou e-mail da oferta de serviços Eletricidade e Gás da Repsol de acordo com a Política de Privacidade da Repsol
Para continuar, deve aceitar a política de proteção de dados
hero-obras-publicas.jpeg

Obras Públicas

Nova gama de lubrificantes adequados para cada aplicação

Inovação e garantia de um líder mundial

Innovación

Esta gama de lubrificantes da Repsol nasceu para atuar nas condições mais adversas.

Servicio técnico

Desenvolvida para melhorar as prestações de cada componente e aumentar a longevidade da sua máquina. 

Check

Um lubrificante adequado para cada aplicação e a sua correcta manutenção.

Continuamos a comercializar os nossos lubrificantes de sempre

O lubrificante adequado para cada aplicação

Permite reduzir o consumo do combustível e do lubrificante e ainda, reduzir emissões contribuíndo para a conservação do ambiente.

 

Têm dúvidas?

Existem numerosas possibilidades de definir um óleo lubrificante; apesar de ser de forma resumida e de um ponto de vista industrial, podemos dizer que é uma substância que reduz o atrito quando se interpõe entre duas superfícies com movimento relativo. Serve para:

  • Reduzir a fricção entre duas superfícies metálicas.
  • Proteger os órgãos mecânicos do desgaste e da corrosão.
  • Limpar e refrigerar os motores.
  • Vedante entre os segmentos/pistões e as camisas, com o fim de evitar as fugas de gases produzidas na câmara de combustão.

Caso seja necessário misturar dois lubrificantes diferentes para completar o nível de óleo, recomenda-se a selecção de um com a mesma qualidade. Deverá logo que possível realizar a mudança completa do lubrificante, assim como do filtro de óleo, para o indicado no manual do veículo.

A distinção de óleo de sintético ou mineral relaciona-se com o método de obtenção do componente principal, o óleo base. Quando se obtem via refinação convencional do petróleo estamos na presença de um óleo mineral. No caso de haver processos quimicos e/ou de síntese diferentes da refinação falamos de um óleo sintético.

O termo sintético não é indicativo da qualidade do lubrificante. A qualidade é testada em laboratório e ensaios de motor, que o lubrificante deverá superar durante o seu desenvolvimento/funcionamento, e não em função das matérias primas utilizadas no fabrico do lubrificante.