Contacte-nos
Contacte-nos para novas contratações
o
Nós ligamos!
O número de telefone é obrigatório Deve inserir um número de telefone correto
Acepto la política de protección de datos.
Para continuar, deve aceitar a política de proteção de dados
mar-hero.jpg

Embarcações de recreio

Nova gama Náutico

Os melhores lubrificantes para a sua embarcação.

Inovação e garantia de um líder mundial

Innovación

Selecionamos os melhores processos no fabrico das nossas próprias bases lubrificantes.

Clasificación

Utilizamos os aditivos da mais alta qualidade.

Check

Oferecemos produtos com formulações específicas para cada fabricante.

Continuamos a comercializar os nossos lubrificantes de sempre

A nossa gama de lubrificantes náuticos

Alta tecnologia aplicada à sua embarcação.

Nova gama para embarcações

Na Repsol, selecionamos os melhores processos no fabrico das nossas próprias bases lubrificantes e utilizamos os aditivos da mais alta qualidade. Oferecemos produtos com formulações específicas para cada fabricante.

Têm dúvidas?

Existem numerosas possibilidades de definir um óleo lubrificante; apesar de ser de forma resumida e de um ponto de vista industrial, podemos dizer que é uma substância que reduz o atrito quando se interpõe entre duas superfícies com movimento relativo. Serve para:

  • Reduzir a fricção entre duas superfícies metálicas.
  • Proteger os órgãos mecânicos do desgaste e da corrosão.
  • Limpar e refrigerar os motores.
  • Vedante entre os segmentos/pistões e as camisas, com o fim de evitar as fugas de gases produzidas na câmara de combustão.

Caso seja necessário misturar dois lubrificantes diferentes para completar o nível de óleo, recomenda-se a selecção de um com a mesma qualidade. Deverá logo que possível realizar a mudança completa do lubrificante, assim como do filtro de óleo, para o indicado no manual do veículo.

A distinção de óleo de sintético ou mineral relaciona-se com o método de obtenção do componente principal, o óleo base. Quando se obtem via refinação convencional do petróleo estamos na presença de um óleo mineral. No caso de haver processos quimicos e/ou de síntese diferentes da refinação falamos de um óleo sintético.

O termo sintético não é indicativo da qualidade do lubrificante. A qualidade é testada em laboratório e ensaios de motor, que o lubrificante deverá superar durante o seu desenvolvimento/funcionamento, e não em função das matérias primas utilizadas no fabrico do lubrificante.